Hoje fala-se muito em energia solar. Saiba tudo sobre a energia do futuro!

As alterações climáticas, os problemas de poluição do ar e das águas e outras questões ambientais têm ganhado força em todo mundo. Muitas pessoas estão a modificar seus hábitos de forma a buscar por soluções que não agridam o meio ambiente e que sejam capazes de manter os nossos recursos naturais para as próximas gerações.

Com isso, muitos países têm regulamentado formas alternativas de geração de energia – como a energia solar fotovoltaica- na tentativa de fomentar nas pessoas a busca e o uso de outras formas de geração de energia que sejam mais sustentáveis.

A energia solar é uma realidade em Portugal, mas, nem sempre, as pessoas estão cientes das inúmeras vantagens de se dispor de um sistema solar fotovoltaico em seus lares e empresas. Por isso, hoje, vamos explicar detalhadamente as vantagens de se usar esse tipo de sistema para obter energia eléctrica.

energia solar vantagens

– Não agride o meio ambiente, é uma energia limpa e renovável

A principal vantagem dos painéis solares é mesmo o bem que ela faz ao planeta. Sua fonte é a luz solar, algo totalmente acessível e que se renova diariamente. Para a transformação da luz solar em energia são utilizadas apenas placas e inversores, que não geram nenhum resíduo capaz de agredir os ecossistemas e os quais, para serem fabricados, não necessitam de nenhum desmatamento ou outras formas de agressão.

Por isso, quando falamos em fontes sustentáveis de energia, os sistemas fotovoltaicos são considerados um dos mais eficientes e amigos do meio ambiente.

– É um investimento rentável com baixo valor de manutenção

Embora os kits de energia solar fotovoltaica ainda sejam considerados com preço inicial alto, é importante salientar que este valor é um investimento, pois, dentro de anos, estará a poupar com a compra de energia eléctrica da rede pública – ou até mesmo estará a vender para ela, a depender da escolha de produção que tenha.

A maior parte dos kits possui um tempo médio de retorno do investimento entre 5 e 6 anos, porém, a vida útil desses equipamentos é em torno de 30 anos. Ou seja, com 5 a 6 anos você já terá pago seu investimento inicial e passará todos os próximos anos a poupar dinheiro.

Caso escolha por um kit de autoconsumo, você deixará de gastar uma determinada quantia mensal com a compra de energia da rede pública. Já se a sua opção for dispor de uma unidade de pequena produção, também estará a poupar, pois irá vender a energia produzida em seu sistema para a rede.

De qualquer forma estará a realizar um investimento, porque por pelo menos 25 anos não terá mais de pagar nada de contas de energia elétrica a rede pública.

Mesmo que os painéis necessitem de manutenção periódica, em geral, são ações simples e de custos baixíssimos, pois essa é uma tecnologia pensada e criada para ter um vida útil bem longa.

Por isso, ao adquirir um kit de energia solar fotovoltaica, estará a fazer um investimento poupando dinheiro para a sua família e ainda cuidando do meio ambiente para as próximas gerações.

Delegação do Ministério da Educação Belga visita o Porto

Uma delegação do Ministério da Educação de Flandres – Bélgica – visitou o norte de Portugal para inteirar-se de como funciona o sistema educativo português, partilhar experiências, metodologias e práticas de educação/formação, conhecer a aposta da formação profissional das escolas e refletir sobre os modelos de educação para o empreendedorismo.

A visita teve a duração de três dias e no segundo dia foi a vez de visitar a cidade do Porto. O dia começou com uma sessão na Área Metropolitana do Porto, mesmo no coração da cidade, liderada pelo Instituto de Empreededorismo Social. Para esta sessão o

IES selecionou a Tecla Colorida (com o schoooools) e a ColorAdd para apresentarem os seus projetos aos membros da delegação do Ministério da Educação Belga.

3 2 1

As duas apresentações foram de excelência e em muito agradaram a este simpático grupo. :)

game design

Schoooools Citado em Trabalhos de Investigação

Em 2013, o schoooools foi citado em pelo menos dois trabalhos de investigação. Uma dessas citações foi no artigo Gamifying Learning Experiences: Pratical Implications and Outcomes, publicado na revista Computers & Education (vol. 63 de abril de 2013): “Recently Simões, Díaz & Fernández (2013) presented a social gamification framework for http://schoooools.com, a social learning environment, which “aims to assist educators and schools with a set of powerful and engaging educational tools to improve students’ motivation and learning outcomes”.

A outra referência surgiu no artigo Reimagining Leaderboards: Towards Gamifying Competency Models through Social Game Mechanics, publicado nos proceedings da Gamification 2013 – First International Conference on Gameful Design, Research, and Applications: “Simões, Redondo and Vilas developed a social gamification framework for educational systems that was implemented for a series of elementary schools in Portugal [15]. Game elements were drawn directly from social games; for example, peer appraisal, including the use of a “like” button, giving and sharing rewards, and teamwork-based goals.”

Estes dois artigos referem o trabalho em curso no âmbito do schoooools e que foi publicado da revista Computers in Human Behavior: A Social Gamification Framework for a K-6 Learning Platform (autores Jorge Simões, Rebeca Díaz Redondo e Ana Fernández Vilas). Neste trabalho, o schoooools aparece como o caso de estudo de aplicação do conceito de gamification na educação. A gamification, termo para o qual não existe tradução para português, diz respeito à introdução de elementos característicos dos videojogos em contextos não lúdicos. Neste caso, o contexto não lúdico é a plataforma schoooools.

Este trabalho de investigação mereceu já este ano uma outra publicação no número 35 da revista eLearningPapers, cujo tema incide sobre os Ambientes Pessoais de Aprendizagem. Neste artigo A Gamification Framework to Improve Participation in Social Learning Environments (autores Jorge Simões, Rebeca Díaz Redondo, Ana Fernández Vilas e Ademar Aguiar) é dada continuidade à definição de uma proposta de um enquadramento de referência (framework) para aplicação de gamification em ambientes sociais de aprendizagem.

Esta componente de investigação complementa as outras iniciativas levadas a cabo pela equipa do schoooools ao longo de 2013 para dar a conhecer a plataforma e para sensibilizar os educadores para a importância deste tipo de ferramentas no apoio às atividades da escola.

Ação de Formação “Escola, Autonomia e Avaliação”

No dia 19 de novembro ocorreu mais uma participação do schoooools em eventos relacionados com a comunidade educativa, desta vez a ação de formação Escola, Autonomia e Avaliação. Esta ação, cujos destinatários são os docentes dos ensinos básico e secundário, decorre entre novembro de 2013 e março de 2014 e está a cargo do Agrupamento de Escolas Virgínia Moura (AEVM), no concelho de Guimarães (freguesias de Lordelo, Moreira de Cónegos, Guardizela, Gandarela e Conde).

A sessão de arranque, As TIC no Processo de Comunicação e Gestão do AEVM, contou com a presença do Ademar Aguiar, co-fundador da Tecla Colorida. Face à necessidade de soluções de gestão de comunicação neste agrupamento, o schoooools poderá vir a contribuir para essas soluções.

Cartaz de formação

Dia Internacional da Internet Segura

É hoje! Hoje, como tem sido hábito há já dez anos, celebra-se o Dia Internacional da Internet Segura.

O que é?

É uma iniciativa anual que já se celebra em mais de 85 países e tem como principal objetivo promover a utilização segura e responsável da Internet. Todos os anos é subordinado a

um tema e o tema deste ano é “Direitos e deveres online”.

Esta iniciativa é criada pela Rede INSAFE, rede que agrupa as organizações que trabalham na promoção da utilização consciente da Internet nos países da União Europeia.

Neste link podem encontrar tudo sobre o Dia Internacional da Internet Segura em Portugal: história, atividades, dicas e muito mais.

Dia Internacional da Internet Segura