© Tiago Ferreira Marques

LUGARES IMAGINÁRIOS: UTOPIA E TRANSIÇÃO

Projeto com Escolas

Este é o tema escolhido para o Projeto com Escolas 2012-2013. Apresenta-se um projeto algo renovado nos seus procedimentos para criar momentos de questionamento, de reflexão, de debate, aventurando a liberdade criadora com sentido de provocação.

O tema permitirá unificar as dimensões, artística e ambiental, propondo múltiplas abordagens reflexivas e ativas no caminho do projeto de trabalho de cada turma.

Dirigido ao público habitual - pré-escolar, ensino básico e ensino secundário -, a ênfase dada ao tema no tratamento dos conceitos será da responsabilidade dos educadores e professores envolvidos que, como é natural, será adequada aos níveis etários e características dos grupos.

Etimologicamente, “utopia” significa “não-lugar”. Não é de facto um lugar físico e real, mas um lugar de imaginação, esse lugar onde se projetam os sonhos que fazem avançar ou não a Humanidade. Utopia responde à necessidade de crise e de crítica, Transição é trajeto; um espaço intermédio.

Linguagens corporal, plástica, musical, verbal, escrita… poderão ser integradas, assim como trabalhadas as dimensões social, ecológica, política, cultural, artística. O projeto poderá introduzir derivas, indo ao encontro de todos os cruzamentos disciplinares possíveis.

No âmbito do projeto, o Serviço Educativo oferece ao público envolvido a possibilidade de solicitar VISITAS ORIENTADAS ao Museu e Parque, assim como frequentar OFICINAS, ENCONTROS e SEMINÁRIOS, que se realizam na Fundação de Serralves e que contam com a participação de cientistas, artistas e outros profissionais convidados.

Público-alvo: do pré-escolar ao ensino secundário.

Visite o site de serralves